Quase toda a filmografia de John Carpenter tem um pé no trash. Arriscaria dizer que é o ar trash que torna geniais filmes como Os Aventureiros do Bairro Proibido e Fuga de Nova York. Mas trash legítimo é o seu primeiro filme, este quase desconhecido Dark Star, uma ficção científica com efeitos risíveis, é um misto de ficção e comédia, o filme traz quatro astronautas na nave Dark Star, estão numa missão de 20 anos que consiste em abrir um trilho no espaço destruindo planetas instáveis no universo que estão no caminho das rotas de navegação. Só que, perto do fim da jornada, tudo começa a correr mal, com um alienígena que parece uma bola de “pelo” e começa a destruir tudo rsrsrs o melhor é a bomba inteligente que acha que é Deus hahahaha.

Imagina estrelas, planetas e uma espaçonave, agora pense em um filme que os efeitos visuais são toscos, agora imagine uma produção barata e por fim, imagine que tudo isso foi passado nos cinemas. Rsrsrs O filme Dark Star é um verdadeiro trash no espaço! Não sei como foi aprovado as filmagens! Maquetes mal feitas, efeitos sonoros horríveis! Atores terríveis, realmente têm que ter muita coragem para ver esse filme por inteiro rsrsr. A cena clássica deste filme, é um astronauta sai da nave mãe em uma espécie de prancha de surf hahahahahaha muito bom!

TRAILER

Um fato interessante, este filme deve ter inspirado muitas idéias para George Lucas para inventar a saga Guerras Nas Estrelas (Star Wars). Algumas partes e até o nome do filme lembra o filme Guerra nas Estrelas. Dark Star saiu em 1974, já Guerras nas Estrelas saiu em meados de 1977. Comparando os dois, são impressionantes como os efeitos mudaram em tanto pouco tempo.

CENAS DO FILME

Este slideshow necessita de JavaScript.

FICHA:

Diretor: John Carpenter
Roteiro: John Carpenter, Dan O’Bannon
Estrelas: Dan O’Bannon, Dre Pahich e Brian Narelle
País: EUA
Idioma: Inglês
Data de Lançamento: 09 de fevereiro de 1979 (Alemanha Ocidental)
Locais de filmagem: Hollywood, Los Angeles, Califórnia, EUA

Postado por Sinai

Anúncios

Semana passada, tive o prazer de ver este ótimo filme trash, e para quem já está em clima de Helloween, recomendo! A Noite dos Mortos Vivos é uma refilmagem do original de 1968 com os efeitos especiais e toscos dos anos 90. Um filme que com certeza estaria no meu top 10 mais bizarros.

Tudo começa quando um casal de irmãos, Barbara (Patricia Tallman) e Johnnie (Bill Mosley), estão viajando de carro com destino a um cemitério no campo, onde está enterrada a mãe deles. Chegando lá, eles são surpreendidos pelo ataque de um zumbi com aparência grotesca e é claro tosco. O irmão acaba batendo a cabeça em um pilhar e é comido por um zombi rsrsrsrs enquanto isso Barbara consegue fugir gritando e vai pedir ajuda numa casa de campo, localizada numa fazenda próxima. Detalhe importante, os zombis neste filme andam de uma forma muito lenta, é só correr ou dar passos mais longos que qualquer um consegue desviar ou fugir, mais sempre os zombis conseguem alcançar ela…porque ela sempre tropeça e cai no chão…hahahahha.

TRAILER 

Quando Barbaba chega até a casa ela encontra outros zombis, enquanto isso chega também à propriedade um homem chamado de Ben (Tony Todd), guiando em alta velocidade uma caminhonete com pouca gasolina. Ele se encontra com Barbara e juntos tentam se defender dos mortos vivos. Essa parte do filme é bizarro, o Bem pergunta várias coisas para Barbara, mas ela não responde nada, acredito que ela ficou em estado de choque, a noite chega e o Ben continua conversando com ela, mas ela não diz nada..rsrsrs é bizarro! Acho esquecem de colocar frases dela no roteiro, sei lá!  Os dois acabam descobrindo que no porão ainda estão outras cinco pessoas refugiadas, o intransigente Harry Cooper (Tom Towles), sua esposa Helen (McKee Anderson), a filha ferida com uma mordida no braço, Sarah (Heather Mazur), e um casal de jovens, Tom Bitner (William Butler), sobrinho do Tio Rege, e sua esposa Judy Rose Larsen (Katie Finneran).

O grupo passa a enfrentar os perigos mortais de uma invasão de mortos vivos sedentos por seu sangue e famintos por sua carne, isolados no meio do nada e encurralados numa casa onde são vítimas de um perturbador sentimento de claustrofobia e incapacidade de fuga, além também de terem que administrar os impertinentes problemas de relacionamento entre o grupo.

CENAS DO FILME

Este slideshow necessita de JavaScript.

Até então você deve estar perguntando o que é tão trash nesse filme, certo? Bem, é que você ainda não viu os zombis, até que a maquiagem é boa, mas as interpretações são péssimas! O engraçado que os personagens inicialmente não sabem as origens desse fenômeno e ficam especulando sobre as causas dos cadáveres se levantarem de seus túmulos, atribuindo a onda de violência para uma suposta fuga de prisioneiros ou uma contaminação química, descobrindo-se apenas mais tarde se tratar de uma infecção trazida do espaço rsrsrsrsrsrs

REVELANDO OS ERROS:

Quando Ben leva um corpo para fora da porta da cozinha, você pode ver um reflexo cameraman na janela da porta.

CURIOSIDADES

O produtor Russ Streiner (tanto do original quanto da refilmagem), que participou do filme de 1968 na sequência de abertura no cemitério, como Johnny, o irmão gozador de Barbara, também apareceu rapidamente no filme de 90, próximo ao final, como um homem sendo entrevistado..

E o ator Bill “Chilly Billy” Cardille apareceu também como um repórter em ambas as versões, tanto de 68 como a de 90. A cena próxima do final, onde vários zumbis estão pendurados numa árvore e servindo de alvo para tiroteios dos sádicos caçadores de mortos vivos.

FICHA

  •  Diretor: Tom Savini
  • Elenco: Tony Todd, Patricia Tallman, Tom Towles, McKee Anderson, William Butler
  • Duração: 96 min.
  • Ano: 1990
  • País: EUA
  • Gênero: Terror
  • Cor: Colorido
Postado por Sinai

“Eu sou a Lei!” É com essa frase que começo a minha postagem. Para quem é fã de Stallone como eu! Não pode deixar de ver esta obra-prima! O filme “O Juiz” tem uma história que não foge muito dos outros filmes futuristas da década de oitenta e noventa.  O filme se passa no terceiro milênio, o mundo mudou. O clima, as nações, tudo entrou em revolta e o planeta se transformou em um deserto insalubre e desolado, conhecido como A Terra Malditaaaaaa!! Hahaha. Milhões de pessoas habitavam as escassas megacidades, onde bandos errantes e selvagens urbanos geravam tamanha violência que o sistema judiciário não podia controlá-los. A lei como conhecemos entrou em colapso. Da decadência surgiu uma nova ordem, uma sociedade regida por uma nova força de elite da polícia, que atua como juiz, júri e carrasco, que são conhecidos como Os Juizes. Dredd (Sylvester Stallone), o mais lendário dos juízes, é vítima de um plano que o incrimina como assassino e acaba sendo banindo da cidade onde vive. Como diz na capa do filme: “No futuro, Apenas um Homem Será o Juiz, o Júri e o Carrasco” hahahahahahaha

TRAILER

O filme tem vários erros de continuação, mas isso não é o que deixaria ele trash, e sim ver Stallone de olhos azuis hahahha pois é! É BIZARRO! E ver também uma máquina metade metal, metade humano sendo que sua “raiva” é controlada um botão giratório na cabeça, também é algo bem trash! E vou nem comentar da roupa ridícula que fizeram para o filme. Neste filme tem a participação de Rob Schneider, um dos melhores autores de comedia, certamente você irá dar risada com ele no filme. Abaixo coloquei o trcho da primeira cena do Stallone, digo que foi uma entrada fantástica! hahahaha.

CENA DO FILME I

REVELANDO OS ERROS:

Quando Judge Dredd é disfarçado como um juiz, um juiz jovem corre em direção dele e tira o capacete de Dredd e diz: “Dredd, Eu pensei que não era você!”, mas seus lábios não se movem ao dizer está frase.

No deserto, quando Dredd e Ferguson estão em uma colina a olhar para o túnel de lixo, Dredd vai embora. Na cena seguinte eles estão em pé um do lado do outro, como Dredd nunca tivesse movido.

Antes do entrar no buraco do lixo, o fogo que sai do tubo sai de dentro para fora. Quando Dredd e Ferguson correndo dentro deste tudo, a chama do fogo vem persegui-los mas desta vez de fora para dentro.

Tem uma cena que Dredd está vestindo um uniforme completo. Quando ele entra na sala onde está a moto dele, ele somente está vestindo a camisa e quando ele se senta na moto, ele perdeu a camisa de uma forma mágica, ele está vestindo apenas uma t-shirt menor ainda.

CENA DO FILME II

Não poderia deixar de mostrar a cena da máquina hahahaha.

CURIOSIDADES:

Este personagem é baseado em uma historia em quadrinhos nos EUA, mas não fez tanto sucesso.

Par ao Filme o Stallone mudou quase todo o roteiro, que isso deixou o diretor bem furiosos. Na lenda dos quadrinhos o “Dredd” jamais tiraria o seu capacete para não revelar sua identidade, mas Satllone mudou isso, aparecendo mais que a metade do filme sem o capacete.

O filme ganhou uma re-make e será lançado em 2012 com Karl Urban interpretando o juliz Dredd.

FOTOS:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 FICHA:

  •  País: EUA
  • Data de lançamento: 30 de junho de 1995 (EUA)
  • Diretor: Danny Cannon
  • Escritores: John Wagner (personagens), Carlos Ezquerra(personagens)
  • Estrelas: Sylvester Stallone, Armand Assante e Rob Schneider
  • Duração: 97 min
Postado por Sinai

“Fuga de Nova Iorque” e “Fuga de Los Angeles” são bons exemplos de filme B dos anos 80 que são sensacionais e que só o pessoal “old school” deve lembrar. Com um enredo cheio de ideias mirabolantes para a época – e uma premissa incrivelmente surreal e totalmente absurda – estes longas são a Disneylândia dos amantes dos filmes de baixo orçamento! Com tamanha importância, estes dois marcos dos filmes de ficção e ação, não poderiam faltar na estante do Trashbagarai.

Se em algum momento, Kurt Russell interpretou um herói mais malandro que Jack Burton de “Os Aventureiros do Bairro Proibido”, certamente foi o personagem Snake Plissken. O verdadeiro e legítimo “cara” dos “caras”, um misto de herói e bandido. Afinal, como não dizer que este personagem não é “foda”, após o grande Plissken dar um tiro de calibre grosso no meio do peito do inimigo? Ele é foda! A marca de Snake é um tapa olho style e a sua metralhadora com o cano mais longo… E ele é tão malandro que ao invés dele correr de um tsunami, ele desencana e resolve surfar na onda gigante hahahaha… E esta é uma cena clássica do segundo filme. Porém, infelizmente esta saga da sessão trashneira só se manteve com dois filmes estrelados pelo lendário Snake. Abaixo você pode conhecer a descrição dos dois filmes:

FUGA DE NOVA IORQUE – (Escape From New York)

Enquanto todos pensavam que no ano 2000 haveria carros voadores e armas laser, os roteiristas de A “Fuga de Nova Iorque” (Escape From New York) foram bem realistas usando planadores, carros e armas comuns. Rodado em 1981, este filme se passa no ano de 1997 – mesmo ano do julgamento final do filme “Exterminador do Futuro”. Durante este período, as altas taxas de criminalidade levaram o governo americano a simplesmente cercar a ilha de Manhattan com um muro de 15 metros de altura e tornar o principal bairro de Nova Iorque uma imensa prisão. Os degenerados foram simplesmente jogados lá dentro; não havendo guardas dentro do perímetro cercado, a polícia apenas monitora os arredores da ilha matando quem tenta escapar. Sem nenhuma explicação, além desta que foi dada, o espectador já imagina o ambiente inóspito e tomado pela selvageria que assola a mega prisão de segurança máxima.

 TRAILER

Snake Plissken (Kurt Russel) um ex-militar criminoso que está prestes a aumentar a população carcerária, tem a missão de resgatar o presidente americano que está preso por grupos rebeldes no interior da ilha. Detalhe: ele tem menos de 22 horas para cumprir a missão, caso contrário será morto por um vírus colocado na sua corrente sanguínea no começo do filme… Totalmente traaaaaash!

FOTOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

As cenas de ação são lentas e algumas delas chegam a ser engraçadas, dada a magnitude da tosquice dos efeitos visuais chega a ser divertido de tão trash. Acredito que a cena mais trash do primeiro filme, é a imagem do avião Air Force One (Força Aérea Um) que é mostrado durante o vôo, mas que, claramente, se vê que é uma maquete muito trashhh e bem terrível por sinal.

 FUGA DE LOS ANGELES – (Escape from L.A)

Em “Fuga de Los Angeles” (Escape from L.A), o homem do tampão no olho está de volta e talvez, seja, esse, o filme mais exagerado da obra de John Carpenter e também mais bizarro que o primeiro. O filme representa uma continuação, o que soa como um precedente de “Fuga de Nova York”. Ele começa em 1998 com a candidatura presidencial de Cliff Robertson – ele prega em sua campanha que Los Angeles precisa ser “punida” pelos pecados que contém. Já no ano 2000, a cidade é separada do continente por um grande terremoto e transforma-se em um local repleto de seres indesejáveis – em uma demonstração divina de justiça com relação aos pecadores que não conheciam limites. Sendo assim, a cidade é realmente desligada do continente, passando a ser uma ilha.

A trama pula para o ano de 2013, quando o candidato do final do milênio torna-se presidente vitalício. O contraponto do filme acontece quando a filha do então presidente (A.J. Langer) não concorda com a política ditatorial do seu pai – ele havia acabado com a liberdade individual, além de ter roubado uma “caixa preta”, que tem o poder de “desligar” todo o planeta. Não satisfeito, o político entrega a tal caixa para o principal chefe de quadrilha (Georges Corraface) de Los Angeles.

Assim, nosso herói Snake Plissken (Kurt Russell), é “convocado” pelo presidente para recuperar a caixa e matar sua filha. Detalhe: como no primeiro filme, caso ele não cumpra a missão será morto por um vírus colocado na sua corrente sanguínea, só que desta vez ele tem menos de 10 horas… Traaaash! Portanto, ele tem esse período de tempo para completar a tarefa que lhe é dada e voltar à fronteira da ilha, onde receberá o antídoto que o salvará da morte.

TRAILER

Como no primeiro filme, este também conta com uma série de efeitos especiais bem toscos, mas que não comprometem em nada a sua qualidade. Pode-se até pensar que essa precariedade medonha foi um tanto quanto positiva, já que a indústria cinematográfica de Hollywood foi capaz de produzir filmes cujas imagens parecem mais reais que a própria realidade após realizar muitos filmes trashs como este.

É claro que não poderia deixar de mostrar a melhor cena do segundo filme onde ele surfa na tsunami. hahahahah

CENA DO FILME

Uma coisa eu tenho admitir: a música do personagem é a melhor de todas! Toda vez que aparece o Snake toca essa trilha sonora, que é incrível… Foi difícil, mas consegui achar ela… Ouça essa sinfonia… É demais!

MUSICA

CURIOSIDADES

– Desde 2002, se ouve boatos que vai ter um remake do primeiro filme, os atores candidatos para esse remake sempre foram Jeremy Renner ou Gerard Butler para interpretar o Snake Plissken;

– O criador do jogo Metal Gear, diz que se inspirou no filme para criar o personagem do jogo.

FICHA TÉCNICA:

  • Diretor: John Carpenter
  • Roteiro: John Carpenter, Nick Castle
  • Estrelas: Kurt Russell, Steve Buscemi, Stacy Keach,  Lee Van Cleef e Ernest Borgnine

“A Fuga de Nova Iorque” (Escape From New York)

  • Duração: 99 min
  • Data de lançamento: 10 de julho de 1981 (EUA) – 07 de agosto de 1981 (Brasil)

“Fuga de Los Angeles” (Escape from L.A)

  • Duração: 101 min
  • Data de lançamento: 09 de agosto de 1996 (EUA)
Postado por Sinai

Continuando a saga dos malditos, muitos esperavam por um filme, mas acabei postando outro RÁÁÁÁÁ

Malditas aranhas, é um filme trash de 2002 que tem como estrela o David Arquete e Scarlett Johansson.

Como meu amigo sinai já havia dito anteriormente, tudo que é trash é por conta de radioatividade hahahaha,  após um acidente envolvendo lixo tóxico diversas aranhas venenosas são expostas a ele, ai começa a podrera, as aranhas ficam maiores que uma vaca e saem pulando por uma cidade no interior dos EUA, mas isso ok, o que me fez lembrar de um dos nosso primeiros post, ELAS GRITAM TAMBÉM HAHAHAHAHAHAHAHAH, tem uma cena (quem inclusive aparece no trailer) a aranha toma um tioa e morre gritando hahahahaha.

Vale a pena conferir, VIU KIBE HAHAHAHAHAHA

SINOPSE

“Após um acidente tóxico ter ocorrido próximo de uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos, várias aranhas venenosas são expostas à radiação e crescem em proporções monstruosas, ameaçando toda a população local.”

TRAILER

FICHA:

  • duração:1 hr 40 min
  • ano de lançamento: 2002
  • direção: Ellory Elkayem
  • roteiro: Jesse Alexander e Ellory Elkayem, baseado em estória de Ellroy Elkayem e Randy Kornfield
  • produção: Dean Devlin e Roland Emmerich
  • música: John Ottman
Postado por Gumé